close button

publicidade

Alerta Vermelho

A Netflix anunciou em janeiro deste ano seu ousado plano de ter um filme por semana durante o ano de 2021. Essa promessa está sendo seguida a risca até o momento, aliás, até demais – com mais de um filme original por semana – mas é inegável que a quantidade que a plataforma está produzindo pode reverberá negativamente na qualidade do produto. É uma faca de dois gumes, que as mais recentes produções da vermelhinha vem sendo criticada, mas é inegável seu leque de produções dos mais variados gêneros, estilos, formatos, e projetos de astros conhecidos que o ano de 2021 trouxe. Entre esses números, está a grande aposta do ano, ou diria, a produção que chama mais a atenção, Alerta Vermelho, estrelado pelos atuais queridinhos de Hollywood Gal Gadot, Dwayne Johnson e Ryan Reynolds, que chega nesta semana, e o que fica numa zona entre uma produção divertida, mas levanta a dúvida a que custo?!

Na produção, John Bradley (Dwayne Johnson) é um agente do FBI que, com a ajuda da Interpol, tenta impedir que o segundo maior ladrão do mundo Nolan Booth (Ryan Reynolds) consiga roubar um dos Ovos de Cleópatra. Após alguns percalços, o Ovo é recuperado, mas John é engano pelo maior ladrão de arte do mundo, o Bispo (Gal Gadot). Incriminado, ele acaba junto com Booth, e ambos planejam escapar da prisão, e entrar numa busca pelos outros dois Ovos de Cleópatra, impedindo Bispo de colocar as mãos em artefatos tão valiosos, e ainda conseguir limpar o nome de Bradley.

Só pela sinopse oficial – ou pelo resumo superficial que redigi no parágrafo acima – o filme é simples. Em termos de narrativa, é algo que já vimos: um filme de roubo de peças de artes espalhadas pelo globo. Algo que já vimos algumas dezenas de vezes. Seja no cinema com a trilogia 11 Homens e um Segredo, ou na própria Netflix com La Casa de Papel (eu sei que este é focado em dinheiro) ou na sequência Army of Thieves. Mas então o que diferencia este filme dos demais?

A resposta é simples também: o elenco. Assim como 11 Homens, que contava com 11 atores populares na época que davam título a produção, mais outros astros dentro da narrativa, aqui Dwayne, Gal e Ryan são atualmente os três atores mais populares de Hollywood. E essa popularidade acaba sendo a fundição para chamar a atenção para um filme que repete narrativas conhecidas e batidas pelo público.

Não há nada de inovador dentro desta história que não conhecemos: numa competição entre ladrões artimanhas são criadas, armadilhas plantadas, esquemas para conseguir ultrapassar inúmeros obstáculos tecnológicos que protegem o artefato, traições e viradas de narrativa, sem contar tiros, golpes de artes marciais – não contratariam atores que já viveram heróis no cinema para nada – saltos mirabolantes e até mesmo fugas de helicópteros e salas de tesouros com combinações secretas e engenhosas.

Então aqui, a história acaba sendo uma mistura dos próprios 11 Homens e Um Segredo (com apenas 3), A Lenda do Tesouro Perdido e Velozes & Furiosos. Adiciona uma pitada de Jumanji, a versão que tem o Dwayne Johnson, e uma dose cavalar da comédia de desconforto do Ryan Reynolds, e temos Alerta Vermelho. Mas engana-se você que acha que isso é algo negativo. Pior que não! O filme é despretensioso.

Ele não se leva a sério, e se foca mais na aventura de roubo mundial como uma âncora que sabe manter a atenção do público, aliado ao carisma do elenco principal, que fazem aquilo que já conhecemos. Tudo bem que a comédia de Ryan seja exagerada a ponto de ser desconfortável? Sim, mas é quase que sua marca registrada em papéis cômicos. Dwayne Johnson mais uma vez faz o brucutu homem da lei, que não vê limites para realizar as mais absurdas perseguições. Talvez a exceção seja Gal Gadot. Conhecida como a atual Mulher Maravilha do Universo da DC nos cinemas, Gadot tem a oportunidade de mostrar um lado cômico com aquele teor de anti-heroína, que surpreende nas cenas em que aparece, que utiliza de seu carisma ao máximo e seu magnetismo para ser o centro das atenções em todas as cenas que aparece.

O longa viaja tanto quanto os últimos filmes da franquia Velozes e Furiosos ou RED – Aposentados e Perigosos, simula arquétipos de caça a tesouro como Indiana Jones, com personalidades como Nathan Drake e Lara Croft. Mas a sensação conhecida que mais ficará presente é a espera pelo twist da história, igual a franquia 11 Homens: você espera que exista um esquema dentro do esquema, e dentro dele, outro esquema, e outro, e outro. A dúvida sobre esquemas dentre de esquemas é constante e quando ele não aparece, pode até desmotivar, mas ele vem e ainda consegue ser surpreendente.

Alerta Vermelho é aquele filme que se âncora no carisma e popularidade de seus astros, mas que, mesmo se aproveitando disso, entrega uma aventura previsível, mas muito autêntica, que não tem vergonha de exagerar dentro dos limites, e replicando vários arquétipos de filmes de espionagem, roubos, e caçada ao tesouro bem conhecidos, mas que é uma grande mistura divertida.

Postagens Relacionadas