close button

publicidade

Apple Event: iPhone 13, novos iPads e mais

Apple Event
Hoje foi dia de Apple Event e tivemos iPhone 13, novos iPads e até mesmo um novo Apple Watch. Veja detalhes!

Hoje foi dia de Apple Event! Confirmando rumores, tivemos o anúncio do iPhone 13, que agora detém o cargo de celular mais potente já lançado pela Apple. Também tivemos novidades sobre um iPads e Apple Fitness+. Como uma breve surpresa, um novo Apple Watch também foi apresentado hoje.

Confira todos os detalhes, funcionalidades especiais e claro, preço de tudo o que foi apresentado hoje. O evento foi realizado de forma virtual, diretamente da Califórnia e transmitido pelo canal do YouTube da Apple.

Apple TV+ abriu o Apple Event

Sendo o serviço de streaming da empresa, o Apple Event foi introduzido por Tim Cook, CEO da Apple. Apesar de não ser tão popular no Brasil, o Apple TV+ já conseguiu 35 derivado de suas produções originais, sendo 20 delas para Ted Lasso. Também foi exibido um vídeo com produções apenas do streaming, citando datas de estreia e/ou lançamento de novas temporadas.

Com Jennifer Anniston no elenco, a nova temporada de “The Morning Show” chega ao Apple TV+ já na próxima sexta-feira. Vale lembrar que “Fundação”, série baseada nas obras de Isaac Asimov, também estará disponível ainda este ano.

Novo iPad

Como o tablet desenvolvido pela Apple, tivemos o anúncio de um novo iPad durante o Apple Event. Foi possível saber que o iPadOS já permite que mais de um milhão de aplicativos funcionem no sistema, assim como o mercado deste produto cresceu 40% no último ano. A nova versão apresentada durante o Apple Event é 20% mais rápido do que o modelo anterior. Ao mesmo tempo, o novo iPad é três vezes mais rápidos que Chromebooks e seis vezes mais rápido que os melhores tablets Android disponíveis no mercado.

Com a compatibilidade ao software de desenho Adobe Fresco, o produto conta com Neural Engine 13, sistema de aprendizado de máquina para que o produto fique cada vez mais de acordo com o uso de seu dono. Falando sobre o chip que está no iPad, temos o A13, presente no Iphone 11. A tela IPS possui 10,2 polegadas.

Também vale lembrar que apesar da tela ter a mesma proporção do iPad 8, agora a mesma tem TrueTone. Este recurso está focado em mostrar as cores mais vivas possíveis, onde você consegue visualizar uma imagem mais real, esta se adaptando com a luz que há no ambiente. O botão de Touch ID está presente, mas entretanto, não há Face ID.

Jogo de câmeras do iPad de 9ª geração

Na traseira, temos uma câmera ultrawide de 12 MP, com um ângulo de 122 graus, o que permte uma melhor captação de cena. Lembrando que o lançamento anterior tinha um sensor de 8 MP. Falando sobre a câmera frontal, a mesma é de 1,2 MP e conta com o recurso Center Stage.

O Center Stage foi lançado primeiramente no iPad Pro e permite que você sempre fique centralizado em chamadas de vídeo em diversos aplicativos, como o próprio Facetime, Zoom e WebEx etc. O mesmo vale para produção de conteúdo como TikTok e demais redes sociais que possuem criação de conteúdo.

Acessórios e sistema operacional

Se você achou o iPad muito parecido com o da 8ª geração, saiba que isso não foi feito sem motivo. A Apple optou por não mexer no design para que os acessórios possam ser utilizados no novo lançamento. Isso significa que sim, todos os produtos que complementam o uso do iPad 8 também funcionam no iPad 9. Mas aqui, apenas a primeira Apple Pencil irá funcionar e não há suporte para a Apple Pencil 2.

O sistema operacional instalado é o iPadOS 15, e o mesmo foi anunciado em junho deste ano. O mesmo permite que você trabalhe em multitarefas ao mesmo tempo, assim como conta com o recurso Quicknotes, para fazer rápidas anotações. Além disso, os atalhos customizáveis estão presentes neste novo modelo.

Quando será lançado?

Disponível já na próxima semana, o iPad 9 estará sendo vendido por US$ 329 (cerca de R$ 1.728,00 em conversão direta) em sua versão com 64 GB de armazenamento interno. Para instituições educacionais, o preço é de US$ 299 (R$ 1570,00), com opções com apenas Wi-FI e Wi-Fi e compatibilidade com rede móvel. Ambos podem ser comprados com duas cores: cinza espacial ou prata. O preço no Brasil foi divulgadom veja:

Modelos somente com WiFi:

  • 64 GB: R$ 3.999,00
  • 256 GB: R$ 5.599,00

Modelos WiFi + Cellular:

  • 64 GB: R$ 5.499,00
  • 256 GB: R$ 7.099,00

Vale lembrar que o novo modelo possui corpo de alumínio reciclado e durante o Apple Event, foi citado que a empresa deseja zerar o impacto de mudança climática até 2030. A pré-venda do novo iPad começou a partir de hoje em países selecionados e ainda não há informações sobre quando o produto deve chegar ao Brasil.

iPad Mini 6 apareceu no Apple Event

Esta é uma versão menor do tablet que citamos anteriormente, com tela de 8,3 polegadas e bordas mais finas, este é o maior upgrade já feito em um iPad Mini. Sendo redesenhado em sua nova versão, o mesmo será lançado em quatro cores. Sua tela conta com a menor reflexidade do mundo e o mesmo possui Touch ID no topo para facilidade o desbloqueio.

Desempenho do iPad Mini 6

Com o chip A15 Bionic, a empresa desenvolvedora do produto afirmou que o mesmo possui uma melhoria de 40% de sua CPU quando comparamos com a versão anterior. O avanço sobe para 80% quando estamos falando da GPU, a performance gráfica. Dessa forma, o mesmo pode ser usado para jogos, edição de fotos e muito mais. Um exemplo citado foi o Star Wars: Hunters, que será lançado ainda este ano.

A Apple também afirmou que o aprendizado de máquina do novo iPad Mini é duas vezes mais rápido do que o seu irmão mais velho, assim como o produto conta com o Translate App, que permite fácil tradução de conteúdos.

Como ficam a conectividade e as câmeras?

Alegrando os donos de produtos de nova geração, o novo iPad Mini será lançado com uma porte USB-C, o que permite a transferência de arquivo com uma velocidade dez vezes mais rápida. Também foi citado que o produto terá conectividade com as redes 5G, conseguindo baixar conteúdos a uma velocidade de 3,5 GB. O suporte para Wi-Fi também está incluso.

Entrando no assunto das câmeras, o meso conta com uma câmera traseira de 12 MP que também consegue captar imagens em truetone. A mesma também grava em resolução 4K. A câmera para selfies e videochamadas também conta com 12 MP, com ângulo de visão de 122 graus. Também foi citado que as caixas de som foram melhoradas para que os usuários tenham uma imersão a qualquer momento.

Acessórios e disponibilidade

Apesar do iPad 9 não ter suporte à Apple Pencil, isso acontece com o iPad 6 Mini. A mesma possui contato magnético, carregamento assim que está conectado ao tablet da Apple e emparelhamento sem fio. A Folio, marca que é parceira da Apple, desenvolveu capas para o produto nas cores:  preto, branco, cereja, lavanda e laranja.

A pré-venda do iPad Mini 6 começa hoje mesmo e a venda no mercado também está agendada para semana que vem. O mesmo será vendido por US$ nos EUA por US$ 499 (R$ 2624,00 em conversão direta). O mesmo contará com um carregador de 20W na caixa e preço no Brasil já foi divulgado:  a partir de R$ 6.199 (Wi-Fi) ou R$ 7.799 (Wi-Fi + Cellular). A Apple Pencil é vendida separadamente por R$ 1.599.

Apple Watch Series 7

Como grande surpresa, uma nova versão dos relógios da empresa foram apresentadas durante o Apple Event. Foi dito que o Apple Watch Series 7 foi desenvolvido especialmente para os praticantes de ciclismo, onde o mesmo sempre mostra um resumo assim que você para de pedalar e levanta o pulso.

Este também é o relógio inteligente com maior display já lançado, onde o mesmo é 70% mais brilhante. Ao mesmo tempo, o mesmo foi o primeiro desenvolvido com sistema e tela combinados, onde tanto SO quanto o display foram fabricados para se combinarem. Tamanhos exatos não foram divulgados, mas se sabe que a tela é 20% maiores neste nova versão. As bordas estão 40% menores em relação ao Apple Watch Series 6.

Durabilidade e bateria

Anunciado como o modelo de relógio inteligente mais durável em todos os lançamentos da Apple, o Apple Watch Series 7 tem um vidro mais resistente, assim como certificação IP6X e WR50. Isso significa que além de ter uma boa estrutura, você ainda pode mergulhar com o relógio em até cinquenta metros.

A bateria, que já era um ponto importante, dura o dia todo e nessa nova versão, conta com carregamento 33% mais rápido. A mesma vai de 0 a 80% em cerca de 45 minutos. Vale lembra que tivemos alterações apenas no relógio e não no design. O que significa que você pode usar pulseiras do Apple Watch Series 6 caso faça um upgrade.

Falando sobre as conexões, o mesmo é carregado via USB-C, a mesma presente no iPad Mini. Os materiais utilizados na composição são alumínio sustentável e aço inoxidável. Temos cinco cores para alumínio:  verde, azul, vermelho, estelar (branco) e meia-noite (azul escuro). Já falando sobre aço inoxidável, isso muda para prata, grafite e dourado. Também há versões do Apple Watch Series 7com acabamento de titânio nas cores natural e preto-espacial. 

Quando chega ao Brasil?

Sendo vendido nos EUA por US$ 399 (cerca de R$ 2099,99 em conversão direta), o produto deve ficar disponível no Brasil ainda este ano, de acordo com o site da Apple. Em terras estadunidenses, o produto deve chegar por lá entre setembro e dezembro, ainda deste ano. Durante o evento, também dito que este é o melhor Apple Watch já lançado.

Apple Fitness+ no Apple Event

Desenvolvido para funcionar juntamente com o Apple Watch, este é o serviço da Apple para incentivar a prática de atividades que promovem o bem estar. Semanalmente, conteúdos estão sendo lançados, onde estes possuem qualidade 4K e legendas para seis idiomas (incluindo português do Brasil).

Entre as atividades disponíveis, temos pilates, dança, ioga, meditação guiada com especialistas e também há programas para esportes de inverno. Foi citado que como muitas pessoas estão malhando em casa, a possibilidade de fazer isso em grupo está disponível, isso feito por meio de (iPhone, AirPad e Apple TV via AirPlay), onde a chamada consegue alocar até 32 pessoas ao mesmo tempo.

Como foi desenvolvido para funcionar melhor no Apple Watch Series, um ponto muito legal é que sempre que você atinge um limite nunca feito antes, há um círculo colorido que aparece em diversos lugares.

Disponível em seis regiões e chegando ao Brasil ainda este ano, além de Alemanha, Arábia Saudita, Áustria, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Espanha, França, Índia, Indonésia, Itália, México, Rússia e Suíça, será oferecido um mês grátis para quem deseja testar o serviço.

Se comprar o novo Apple Watch Series 7, você então ganhará 3 meses de Apple Fitnes+. Datas exatas e preços em real ainda não foram revelados, mas se espera que o serviço esteja por aqui até o final de 2021.

Habemos iPhone 13 e iPhone 13 Mini no Apple Event!

Esperado por todos que estavam acompanhando o evento, o iPhone 13 chegou à conferência com um novo design quando estamos falando da disposição das câmeras. Com cinco cores, sendo elas: Rosa, Azul, Meia-Noite (preto), Estelar (branco) e Vermelho (PRODUCT)RED para o iPhone 13 e 13 Mini, e Azul-Sierra, Prateado, Dourado e Grafite para o iPhone 13 Pro e 13 Pro Max.

Tela e bateria do iPhone 13 e iPhone 13 Mini

Sendo 28% mais brilhante, a tela OLED presente no iPhone 13 possui truetone e sua versão Mini conta com 5,1 polegadas. Isso aumenta para 6,1 polegadas na versão comum. Um ponto de melhoria citado pela empresa foi em relação ao ganho de bateria, onde a nova opção Mini tem uma hora e meia a mais de duração em relação ao iPhone 12 Mini. A versão conseguiu ter um ganho de duas horas e meia a mais em relação ao iPhone 12, que chegou ao mercado em 2020.

Performance

Com o novo A15 Bionic dentro de seus componentes, os novos iPhone 13 e iPhone 13 Mini possuem a CPU mais rápida já lançada para um smartphone. Ao mesmo tempo, há um ganho de 50% em relação ao celular mais rápido do mercado e os gráficos estão 40% mais rápidos nestes modelos. Foi citada que esta é a melhor bateria já colocada em um iPhone.

Há uma proteção de cerâmica que torna a tela mais resistente para que mesmo com quedas, a tela não quebre. Também foi citado que o mesmo pode ser elevado ao máximo e sua bateria dura o dia todo, como dissemos anteriormente.

Câmeras e bateria

Todos os modelos da linha iPhone possuem modo noturno em suas câmeras, algo muito elogiado na linha Pixel, desenvolvida pela Google. No iPhone 13 e iPhone 13 Mini há duas câmeras de 12 MP na traseira. A principal é uma lente angular com abertura f/1.6, assim como a segunda é uma ultrawide com abertura f/2.4 e um campo de visão de 120 graus. A resolução de 12 MP é a mesma nos dois sensores. A câmera frontal também possui 12 MP.

Falando sobre a produção e captação de vídeo, foi apresentado um novo modo que levou o nome de Cinematográfico. Isso permite um melhor foco (automático, que é ativado assim que a gravação começa), chegando perto de produções de cinema e streaming. Durante o evento, o mesmo chegou a ser usado por profissionais do ramo e que disseram que o Modo Cinematográfico conta com funcionalidades de câmeras de alto custo. Assista a este vídeo produzido com a funcionalidade:

Também foi citado que o mesmo modo cinematográfico possui fácil uso, onde facilmente, você consegue clicar onde o foco deve ser feito. A gravação pode ser realizada com recurso Dolby Vision.

5G nos novos iPhone 13 e iPhone 13 Mini

Como praticamente um padrão para todos os celulares topo de linha que estão sendo lançados, os novos iPhones chegam ao mercado com conectividade 5G. O mesmo estará disponível em 60 países, permitindo conexões mais rápidas.

Uma funcionalidade que conversa com o 5G é o Smart Data Mode. Será realizado um gerenciamento da bateria para que cada vez menos energia seja utilizada, isso de acordo com o sinal disponível.

Versões e disponibilidade

Os iPhone 13 e iPhone 13 Mini ainda não tiveram suas datas de lançamento reveladas, mas estão disponível para pré-venda nos EUA a partir da próxima sexta-feira, confirmando os rumores.

Todos os dois modelos terão três versões de armazenamentos e os preços no Brasil já foram revelados. Então, falando sobre o iPhone 13 Mini:

  • 128 GB: R$ 6.599,00
  • 256 GB: R$ 7.599,00
  • 512 GB: R$ 9.599,00

Agora, sobre a versão tradicional do novo smartphone da Apple:

  • 128 GB: R$ 7.599,00
  • 256 GB: R$ 8.599,00
  • 512 GB: R$ 10.599,00

iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max com três câmeras

Sendo as versões mais completas dos novos modelos de smartphone da Apple, também tivemos a presença do iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max. A maior diferença está no jogo de câmeras, onde as duas versões mais completas contam com um trio de sensores, assim como um flash LED.

Também há resistência IP68 à água, onde os modelos podem ficar submersos durante 30 minutos em até 1,5 metro de profundidade. Foi citado que a bateria inclusa nos modelos é a maior já colocada em um iPhone. Tivemos ganho de bateria: o iPhone 13 Pro está durando uma hora e meia a mais do que seu antecessor, o iPhone 12 Pro. O iPhone 13 Pro Max ganhou 2,5 horas adicionais de bateria em relação ao 12 Pro Max.

Tela e desempenho

Também equipado com o chip A15 que como dissemos anteriormente, foi desenvolvido pela Apple, os modelos de iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max possuem gráficos 50% mais rápidos, assim como a performance mais rápida disso em um celular. O display de 6,1 polegadas está na versão Pro, assim como um display de 6,7 polegadas consta no Pro Max. Em ambas as versões há suporte para Dolby Vision, HDR10 e HLG.

Estas mesmas telas possuem uma taxa de atualização de 120Hz que consegue se adaptar com o tipo de conteúdo para entregar uma maior fluidez. Além de um melhor uso, isso também ajuda na bateria, uma vez que a tela não está sendo usada ao máximo. A tecnologia foi chamada de ProMotion e as telas também são OLED Super Retina XDR, mesma do iPhone 12. A Apple disse que este é seu melhor smartphone já lançado.

Câmeras do iPhone 13 e iPhone 13 Pro Max

As imagens tiradas com um iPhone sempre foram motivo de elogios para a Apple e as versões Pro e Pro Max são o melhor avanço de câmeras Apple já lançado.

Com um conjunto triplo câmeras (telefoto, ultrawide e wide), é possível captar boas fotos mesmo estando em ambientes escuros. A lente consegue chegar a um zoom óptico de até seis vezes, assim como todas elas possuem um novo modo macro que permite tirar fotos a uma distância de 2 cm. Ambos também contam com estabilização óptca com deslocamento físico de sensor.

Também foi citado o modo que levou o nome de Estilos Fotográficos. Com isso, é possível ver diferentes tipos de foto sem que necessariamente, você precisa fazer vários registros. Tudo sem antes mesmo de fazer a captura.

O modo cinematográfico também está presente aqui, mas há um ponto especial. Se nas versões mais “tradicionais” é possível usar o Modo Cinematográfico apenas quando a gravação estiver sendo realizada, no iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max é possível usar o mesmo até quando a gravação já foi realizada. Durante o Apple Event, também foi citado que a câmera ultrawide grava em câmera lenta.

Preço e disponibilidade

Os iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max estarão em pré-venda nos EUA a partir desta sexta-feira (17). Os modelos chegam ao mercado na outra semana, mais especificamente no dia 24 de setembro. A data de lançamento no Brasil ainda não foi divulgada. Preços dos modelos mais parrudos da nova linha da Apple em terras estadunidenses estão assim:

  • iPhone 13 Pro: a partir de 999
  • iPhone 13 Pro Max: a partir de US$ 1.099

Os valores dos modelos no Brasil já foram divulgados e ultrapassam a casa dos R$ 15 mil. Veja abaixo primeiramente sobre o iPhone 13 Pro:

  • 128 GB: R$ 9.499,00;
  • 256 GB: R$ 10.499,00;
  • 512 GB: R$ 12.499,00;
  • 1 TB: R$ 14.499,00.

Agora sobre o iPhone 13 Pro Max:

  • 128 GB: R$ 10.499,00;
  • 256 GB: R$ 11.499,00;
  • 512 GB: R$ 13.499,00;
  • 1 TB: R$ 15.499,00.

O que achou de tudo o que foi apresentado no Apple Event de hoje? Diga abaixo nos comentários!

Postagens Relacionadas