close button

publicidade

Backups criptografados chegam ao WhatsApp

Backups criptografados no WhatsApp
O WhatsApp está aderindo aos backups criptografados mais uma vez, trazendo mais privacidade para usuários. Veja detalhes

Dia após, dia, cada vez mais pessoas estão realizando discussões sobre segurança na internet. E hoje foi anunciado que para colaborar com isso, o WhatsApp está aderindo aos backups criptografados. Isso significa que todo o seu histórico de mensagens será protegido por senha e não, o mensageiro não terá acesso a isso. No caso de tentativas falhas de acesso, o arquivo ficará então, inutilizável.

A medida chega em um momento em que o aplicativo tem enfrentado dificuldades em relação à privacidade de seus usuários. Entenda como funcionarão os backups criptografados agora mesmo e como o WhatsApp está um passo à frente em relação à Apple.

Backups criptografados chegam ao aplicativo

Quando vamos realizar a troca de smartphone e a instalação do WhatsApp é feita, existe a opção de recuperar suas mensagens por meio de um arquivo que está salvo em sua conta do Google ou Apple. Na nova atualização, o mensageiro está permitindo que estes arquivos com suas mensagens sejam criptografados.

Na prática, isso significa que suas mensagens serão enviados para um datacenter do WhatsApp e só poderão ser acessados por meio de uma senha. O mensageiro aproveitou para avisar que não terá acesso às senhas, como o que acontece com o iMessage da Apple. Dessa forma, se a pessoa não lembrar a senha de liberação do backup criptografado, o mesmo fica inacessível.

Mas como isso vai funcionar na prática?

Em comunicado oficial sobre a novidade, Mark Zuckerberg aproveitou para citar que em nenhum momento, o aplicativo terá acesso ao arquivo com as mensagens. O mesmo vale para a senha, onde o WhatsApp sabe que o mesmo está criptografado com um código de acesso, mas não sabe qual a combinação para isso ser acessado.

Todos os arquivos serão enviados para um datacenter da empresa e poderão ser acessados a qualquer momento pelos usuários, ao fazerem login por meio de sua conta do Google ou Apple. O arquivo será armazenado em um Hardware Security Module (HSM), e desbloqueado apenas quando a senha correta for inserida. Esta é uma tecnologia usada para diversas criptografias e serve como um cofre digital.

Exemplo de tela de acesso aos backups criptografados do WhatsApp

É importante ressaltar que se os backups criptografados sofrerem tentativa de acesso e a senha correta não for inserido, o mesmo ficará inutilizável. O que causa a perda do arquivo. Isso foi feito para que ninguém além do proprietário da conta tenha acesso às mensagens, de acordo com um porta-voz do mensageiro.

WhatsApp está à frente da Apple com backups criptografados

Como dissemos na matéria, tal ação do mensageiro verde coloca o aplicativo à frente de empresas como a Apple. Isso porque a desenvolvedora do iPhone já usa backups criptografados em seu aplicativo de mensagens que leva o nome de iMessages.

Mas a grande diferença é que a Apple ainda guarda todas as chaves de desbloqueio em seus arquivos para ajudar na recuperação. Ao mesmo tempo, a empresa também pode ser obrigada a entregar isso para Governos Federais caso haja exigência.

Além de se livrar disso, o WhatsApp entrega um maior ponto de segurança para os usuários. Isso porque está oferecendo apenas a tecnologia e local para que os backups criptografados fiquem salvos. Depende do usuário, realizar todo o processo de criação de senhas, assim como o mesmo acontece no desbloqueio.

Se o arquivo nos datacenters da empresa ficar inacessível devido à tentativas sem sucesso, será necessário então, criar um novo backup criptografado. O que achou da novidade? Comente abaixo conosco!

Fonte: WhatsApp

Postagens Relacionadas