close button

publicidade
Steam Deck

Steam Deck deve ter suporte para Windows 11

Anunciado em julho deste ano, o Steam Deck promete ser um sucesso entre os gamers. E está confirmado que o videogame portátil da Valve terá compatibilidade com o Windows 10. Mas não sabíamos nada sobre a nova versão do SO da Microsoft.

Isso mudou depois da Valve confirmar que está trabalhando com a AMD para que o dispositivo então possa rodar Windows 11. Importante lembrar que o aparelho estará com uma nova versão do SteamOS instalado de fábrica.

O grande desafio da Valve e AMD é cumprir os requisitos do TPM (Trusted Platform Module). Este é o chip de segurança do novo sistema da Microsoft. Mas há otimismo para que isso realmente aconteça.

Suporte ao Windows é um dos focos da Valve

Com data de lançamento prevista para dezembro de 2021, o Steam Deck deve ser um dos principais concorrentes do Nintendo Switch. Atualmente, o então console da Nintendo não possui grandes chances de sair do topo do mercado de portáteis.

Apesar do Steam Deck ter o SteamOS como principal forma de rodar os jogos, também será possível instalar o Windows 10 no aparelho.

Pessoa jogando em Steam Deck

Isso abre um leque de possibilidades, uma vez que será possível instalar jogos que antes seriam possíveis de jogar apenas em notebooks ou PCs. Jogos do Xbox Game Pass e até mesmo Epic Games podem ser rodar sem problemas.

Quando tivemos o Windows 11 anunciado, muitos possíveis compradores ficaram se perguntando se o Steam Deck teria compatibilidade com a nova versão. Mas Greg Corner, designer da Valve, afirmou que a empresa está trabalhando com a AMD para isso se tornar uma realidade. Isso foi confirmado em entrevista para o site PC Gamer.

“Há trabalho olhando para o TPM agora mesmo. “Nós nos concentramos tanto no Windows 10, até agora, que não chegamos muito longe nisso. Nossa expectativa é que possamos atender isso. ”

Greg Corner, designer da Valve.

TPM 2.0 é o grande impedimento das duas empresas

O maior trabalho das duas empresas (Valve e AMD) neste caso aqui vai ser trabalharem para que os requisitos do TPM sejam atingidos.

Este é um novo sistema de segurança do Windows 11 que garante maior segurança para o usuário. Com criptografia de ponta a ponta, este chip não é nenhuma novidade e era um requisito já no Windows 10.

Podemos citar o requisito da nova versão do OS da Microsoft como uma evolução do que já foi visto no Windows 10 (TPM 1.2). A novidade é que o TPM 2.0 garante um melhor desempenho na criação de senhas e assinaturas digitais. Além da garantia de que seus dados não serão acessados por hackers.

Mesmo sem Windows, Steam Deck deve rodar jogos amados por gamers

Caso consiga atingir seus objetivos, Valve e AMD devem permitir que os compradores do Steam Deck instalem Windows 11 já no final do ano. Mas isso não vai ser um impedimento de que você jogue títulos famosos.

A Valve está trabalhando para que jogos como Destiny 2, Fortnite, PUBG e até mesmo Gears5 funcionem sem Windows. Como isso vai funcionar na prática é uma grande incógnita, uma vez que o sistema da Microsoft não foi desenvolvido para funcionar em uma tela de 7 polegadas.

A empresa desenvolvedora do Steam Deck disse que de fato, está mesmo trabalhando para que isso aconteça. Isso foi feito um em um comunicado oficial: “Estamos trabalhando com BattlEye e Easy Anti-Cheat para obter suporte para Proton antes do lançamento”.

O novo console portátil está com data de lançamento marcada para dezembro de 2021 em algumas regiões do Mundo. Seu preço é estimado em US$ 399 (cerca de R$ 2.000,00 em conversão direta).

Mas então, você compraria o Steam Deck ou ainda prefere o Nintendo Switch? Comente com a gente nas redes sociais!

Fonte: The Verge

Postagens Relacionadas
Leia Mais

Alerta Vermelho

A Netflix anunciou em janeiro deste ano seu ousado plano de ter um filme por semana durante o…