close button

publicidade

Literatura Fantástica | Fantasia e seus sub-gêneros

Dentro da literatura, existe muitos gêneros, e muitas sub-categorias, e hoje vamos começar uma série que explica um pouco sobre essas categorias e suas diferênças e vamos começar com a mais famosa e queridinha dos leitores: Literatura Fantástica.

Não é de hoje que essa classe literária domina as livrarias de todo o mundo, afinal a própria literatura em si tem como característica nata a possibilidade de liberação do imaginário, elemento que dá asas aos escritores e permite a continua expansão desse estilo literário. Sendo assim, podemos dizer que a literatura fantástica “refere-se ao que é criado pela imaginação, o que não existe na realidade. É aplicável a um objeto como a literatura, pois o universo da literatura, por mais que se tente aproximá-la do real, está limitado ao fantasioso e ao ficcional”.

A Literatura Fantástica comumente é dividida em: Ficção Científica, que em geral narra sobre o impacto da ciência na sociedade literária criada; Terror, que se utiliza dos elementos próprios da literatura fantástica para criar o sentimento de medo; e a categoria Fantasia, que faz forte uso de magia e elementos sobrenaturais em sua narrativa. Contudo, existem vários subgêneros inclusos entre essas três categorias, fator que não só expande consideravelmente o nível de categorização da literatura fantástica, com também a classifica de forma mais completa.

Lembrando que essas classificações não é absoluta e não necessariamente um livro precisa ter todas as caracteristicas para estar em uma delas, ou precisa estar em apenas uma única categoria. Essas categorias são criadas apenas para ter se ter uma forma de idenficar seus gêneros e sub-gêneros.

A Literatura Fantástica tem muitos subgêneros, então vamos começar com os livros de Fantasia; seus subgêneros mais famosos são: “High Fantasy”, “Low Fantasy” e “Crossworlds Fantasy”.

High Fantasy (Fantasia Alta)

Não só a mais popular forma de literatura fantástica, como também a precursora do gênero. Esses são os livros onde suas histórias se passam em um mundo secundário, totalmente diferente do nosso, criado do zero pelo autor. Pode ou não haver semelhanças com diferentes períodos do nosso mundo (como a Idade Média), mas possui suas própria criação e desenvolvimentos. A magia é muitas vezes parte intríseca e natural desse mundo, porém isso não é regra.

Low Fantasy (Baixa Fantasia)

Aqui as histórias, embora apresente elementos e lugares fantásticos criados pelo autores, se passam dentro do nosso mundo (mundo primário). “Low” não vem da ideia de ser inferior, mas sim de ter uma narrativa embasada em um contexto mais familiar.

Crossworlds Fantasy (Fantasia com travessia de mundos)

Esses são histórias onde os personagens atravessam entre dois mundos, geralmente, porém não exclusivamente saindo do nosso mundo (primário) para um criado pelo autor (secundário), pode ser também travessia de tempo (diferentes épocas). Pode ou não haver uma separação física entre esses mundos como um portal, por isso ela também é conhecida como “fantasia de portais”.

Gostaram? Comentém aqui quais seus livros dentro desses subgêros que vocês mais gostam! Lembrando que há muitos outros subgêneros, então vou trazendo aos poucos para vocês, por isso fiquem de olho!

Postagens Relacionadas