close button

PUBLICIDADE

Resenha do Livro ‘Sr. Daniels’ por Brittany C. Cherry

Esse foi o primeiro livro que tive o prazer de ler de Cherry. E confesso que nunca chorei tanto na minha vida lendo um livro quanto aqui. Nem mesmo A Culpa É das Estrelas superou. É sério, fiquei desidratada de tanto chorar. Sr. Daniels, aqui no Brasil publicado pela Editora Record foi um dos romances mais lindos e devastadores que tive o prazer de ler.

Conhecemos Ashlyn pela primeira vez em um dos momentos mais pesados de sua vida. Ela acabou de perder sua gêmea. Ela está lutando com essa perda extrema e, em seguida, descobre que precisa se mudar e se mudar para Wisconsin com seu pai distante para terminar seu último ano.

Tentando encontrar o seu equilíbrio, ela tropeça em um bar uma noite e se apaixona pela música de uma banda e de um guitarrista sexy. E o que os une é Shakespeare. O amor pela literatura. Sua voz e suas letras acalmam seu coração dolorido e sua conexão é instantânea. Talvez seu coração possa sentir de novo, mas não é tão simples.

Dias depois, no primeiro dia em sua nova escola, ela fica cara a cara com seu novo professor – o músico sexy pelo qual ela já se apaixonou. Sim, o famoso tabu entre aluno-professor. Porém como Ashlyn tem 19 e Daniel 22 eu fiquei sossegada.

Eu amei muito o começo, o meio e o fim desse romance.

Você conhece esses dois personagens em um momento de grande perda para ambos. Eles estão lutando para encontrar um leme em meio à dor de cabeça e instantaneamente o encontram um no outro. E eu confesso que sou apaixonada por personagens que são tão apaixonados por livros quanto eu.

Aqui a autora não se satisfez em nos deixar triste apenas com a dor de Ashilyn e Daniel, não não. Ela ainda adiciona uma sub-trama dos irmãos postiços de Ashilyn, onde focamos no Ryan, e a estatística do adolescente homossexual. A trama da família “tradicional” que vai para igreja e vive o “politicamente correto” e então abandona o filho por ele ser quem é. O que doi realmente é depois você descobre o que realmente significa a dedicatória do livro, e seu coração se parte mais uma vez.

Eu choro todas as vezes que revisito a história. Não importa que eu já saiba o que vai acontecer. Cherry tem uma escrita que te quebra o coração. Transmite em cada palavra dor e tristeza dos personagens e cria aquela atmosfera de desesperança, mas ao mesmo tempo cheio de esperança.

Em comparativo, sempre que vou ler um livro dela, digo que é como a Pixar: estou sempre esperando chorar de desidratar e ficar em posição fetal por uma semana. É possível que se Romeo’s Quest existisse na vida real eu viveria ouvindo as musicas deles enquanto tomo sorvete e bebo Coca-Cola enquanto sofro por coisas que sequer vivi.

Eu amei. Fiquei completamente apaixonada por esse livro, e recomendo para todos.

Loving Mr Daniel

Loving Mr Daniel
8 10 0 1
Um amor proibido no melhor estilo de Romeu e Julieta. Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings é enviada pela mãe descompensada para a casa do pai, com quem mal conviveu até então. Devastada, Ashlyn viaja de trem para Edgewood carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil. A atração é imediata, e, depois de um encontro romântico, os dois descobrem que compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. O único problema é que, quando Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor, descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês, com quem não pode de jeito algum ter um relacionamento amoroso. Desorientados, os dois precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, ainda precisam tentar de todas as formas superar problemas do passado e sobreviver a alguns conflitos inesperados e dramáticos que a vida apresenta – e que poderiam separá-los para sempre.
Um amor proibido no melhor estilo de Romeu e Julieta. Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings é enviada pela mãe descompensada para a casa do pai, com quem mal conviveu até então. Devastada, Ashlyn viaja de trem para Edgewood carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil. A atração é imediata, e, depois de um encontro romântico, os dois descobrem que compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. O único problema é que, quando Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor, descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês, com quem não pode de jeito algum ter um relacionamento amoroso. Desorientados, os dois precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, ainda precisam tentar de todas as formas superar problemas do passado e sobreviver a alguns conflitos inesperados e dramáticos que a vida apresenta – e que poderiam separá-los para sempre.
8/10
Total Score
Postagens Relacionadas