close button

PUBLICIDADE

O Sétimo Filho

Fantasia sem dúvida é um gênero que mais pode explorar a imaginação. Literalmente é um universo onde o limite é você mesmo que impõe. E por isso, se abre portas que muitas vezes pode surpreender. Mas até mesmo a fantasia se detém muitas vezes em seus clichês. E sabemos que o clichê não é necessariamente algo ruim, já que a fórmula funciona. O problema é que pode acontecer de não funcionar, e esse foi o caso de O Sétimo Filho.

Sinceramente acho um deserviço quando trazem uma adaptação literária mal feita. Acho inconcebivel! Você literalmente tem a faca e o queijo na mão e ainda consegue fazer errado! E com um obra pronta como base!

Eu entendo completamente que livro e cinema são mídias diferentes (obvio!) que muitas coisas que é cabivel em um, não serve para o outro. E há muitas mudanças que vem para o bem, mas quando você não entrega o mínimo da magia presente no livro, fica dificil defender.

O Sétimo Filho é baseado na obra literaria de mesmo nome escrito por Joseph Delaney e Lya Wiler, e conta com um elenco para lá de talentoso. Nos temos o Ben Barnes (Caspian, de Nárnia), Julianne Moore (Alma Collins, de Jogos Vorazes), Kit Harington (Jhon Snow de GOT) e Alicia Vikander (Lara Croft de Tomb Ride). Sinceramente, olhando esses nomes, não poderiamos pensar que seria talento disperdiçado.

Na trama do filme, John Gregory (Jeff Bridges) é conhecido pelo título de Espectro e mantém as terras do século XVIII relativamente bem e longe dos maus espíritos. No entanto, ele não é mais jovem e suas tentativas de treinar um sucessor foram todas mal sucedidas. Quando perde o seu último aprendiz em uma batalha contra a bruxa Mãe Malkin (Moore) sua última esperança é um jovem chamado Thomas Ward (Barnes), filho de um fazendeiro.

Contudo, não existirá tempo para treinamento, já que em uma semana a lua de sangue tomará conta do céu e os poderes da rainha bruxa encontrarão o seu ápice, fazendo com que uma verdadeira guerra entre o bem e o mal seja travada para definir o destino da humanidade.

A premissa funciona bem. Somos apresentados a esse universo, entedemos que a jornada do herói não vai fugir do rumo. Mas então vem as dificuldades de acompanhar o filme. Diálogos forçados, atuações mal feitas, danças de luta mal executadas e problemas na edição, que deixou o filme cheio de furos.

E isso é tão frustrante, porque sabemos que os atores ali presente tem muito potêncial, e sinceramente se não tivessem mudando tanto o rumo e tirado todo o épico que está presente nos livros, esse teria sido um sucesso e tanto entre os jovens e os amantes da fantasia.

Para se ter uma pequena ideia, no livro a mãe do protagonista e aprendiz chega a falar para ele que ele nasceu para isso. Que eram os seus planos para o filho, sendo que ela já conhecia Gregory. No filme ela fica relutante em deixar o jovem seguir o seu caminho, sendo que ele tem que convencê-la. E isso é apenas o início de tudo.

Muitos fatos passam a ficar ausente, o mestre não quer ensinar o aluno e sempre trata dele com deboche, como se ele estivesse ali como um peso que ele tem que carregar, sem querer que o mesmo aprende. Situações inversas do conto original, que é recheado de momentos exatamente sobre a convivência de ambos e a busca do aprendizado. Além disso, tudo o conteúdo envolvendo a vilã parece uma grande mistura e remendos, já que nada daquilo ocorre de fato na obra original.

No final, eu só tenho mesmo a lamentar. Aqui tudo parece colado de qualquer forma em uma trama que não prende por nada, causando grande desinteresse até mesmo em buscar o livro e conhecer o material que rendeu tal “inspiração”. Entretanto, ao que parece, desta vez é muito mais proveitoso deixar o filme de lado, comprar o livro e se divertir ao viajar pelas letras e páginas.

Por isso digo, se for para trazer essas decepções para as telonas, porque fazer? Enfim, quem sabe um dia essa saga ganhe uma segunda chance talvez na TV ou em um streaming, assim como outras sagas sortudas. E já aviso, não perca seu tempo assistindo. Sequer vale um minuto do seu tempo.

O Setimo Filho (2014)

O Setimo Filho (2014)
1 5 0 1
Em um tempo de lendas e magias, o único guerreiro remanescente de uma ordem mística viaja para encontrar um herói profetizado que nascera com poderes incríveis, o Sétimo Filho. Arrancado de sua vida tranquila de colono, o improvável jovem herói embarca em uma aventura com o mentor para combater a Rainha da Escuridão e um exército de assassinos sobrenaturais que assombram o reino.
Em um tempo de lendas e magias, o único guerreiro remanescente de uma ordem mística viaja para encontrar um herói profetizado que nascera com poderes incríveis, o Sétimo Filho. Arrancado de sua vida tranquila de colono, o improvável jovem herói embarca em uma aventura com o mentor para combater a Rainha da Escuridão e um exército de assassinos sobrenaturais que assombram o reino.
1/5
Total Score
Postagens Relacionadas
Leia Mais

Bridgerton ganha novo trailer

A Netflix divulgou novo trailer da adaptação do romance Bridgerton, produzido por Shonda Rhimes. Confira abaixo: A série…