publicidade

O Mediador

Fico pensando que ao tentar lançar muitos filmes ao mesmo tempo, a Netflix acaba perdendo em qualidade. Filmes como O Mediador, e muitos outros que tinham de tudo para ser sucesso, acabam por se perder em um monte de nada e no fim a empresa nos entrega produtos fracos, chatos e de péssima qualidade.

Drama espanhol, acompanha Carlos (Raúl Arévalo), advogado de uma grande empresa petrolífera. Está tudo bem na sua vida, com as coisas caminhando: tem dinheiro, logo vai ter uma filha e está se programando para ser promovido e transferido para Nova York. No entanto, no meio do caminho, acaba recebendo uma missão para a África.

Lá um engenheiro que trabalha para a empresa pretolífera foi sequestrado por rebeldes contrários ao governo. Sem a liberação desse engenheiro, e sem a certeza de que não vai haver um banho de sangue no país, a empresa de Carlos não consegue continuar a extrair petróleo. E aí que entra o protagonista, que passa a ser responsável por negociar a libertação desse tal engenheiro.

Mais do mesmo e não em um bom sentido

Apesar da premissa interessante, o roteiro de O Mediador se perde ao apresentar muita coisa que não leva em nada. Um ritmo muito lento para um filme que apresenta a propósta de ação. Um protagonista que representa mais uma forma colianista de colocar os europeus como salvador de problemas que eles mesmo causam. Africanos jogados como codjuvantes que precisam ser salvos, como se não soubessem viver em meio aquela sociedade.

O Mediador é um longa vagaroso, chato e um tanto repetitivo, colocando na tela um punhado de chavões já vistos em outras produções do gênero. O roteiro é caótico, com muitas idas e vindas, e a edição acaba deixando o público ainda mais perdido. Apenas a fotografia e o design de produção se salvam, ainda que com problemas.

No fim, O Mediador, poderia ter sido um grande sucesso, mas se tornou só mais um filme fraco, dotado de um egocentrismo desnecessário e que só mostra como a Netflix precisa repensar alguns aspectos quando de trata de novas produções, porque ultimamente, é raro um filme estar agradando. Ainda mais em fórmulas que já são tão repetitivas.

O Mediador

O Mediador
2 5 0 1
Na trama, um advogado promissor e bem sucedido aceita negociar com um sequestrador que já foi seu amigo e acaba revivendo o próprio passado.
Na trama, um advogado promissor e bem sucedido aceita negociar com um sequestrador que já foi seu amigo e acaba revivendo o próprio passado.
2/5
Total Score


publicidade
Postagens Relacionadas
Leia Mais

Warrior Nun

Religião, futebol e política não se discute! Essa frase é bem conhecida por muitos. Elas envolve posicionamentos, criação…
FecharX