publicidade

A Extraordinária Garota Chamada Estrela

Apesar de amar muito, eu tenho um certo preconceito com filmes adolescentes. Entenda, eu assisto? Sim. Recomendo pra geral? Sim, também. Vejo repetidas vezes? Com certeza. Mas isso não isenta de claros problemas que está sempre presente nas narrativas. O bullyng e o ambiente geralmente tóxico é a causa deste meu desconforto. E vamos concordar (se você tem mais de 18 anos) adolescência é uma fase cheia de complicações, e eles podem ser bastante crueis quando querem.

Então eu tenho um imenso prazer em dizer que Stargirl, nome original, se define como o filme de adolescente menos tóxico que já assisti em minha vida. Se eu fosse definir em uma palavra, seria “esperançoso”. É um filme que mostra a leveza da vida, a beleza de ser quem é, ser uma pessoa que brilha apenas por ser ela. Um filme que fala sobre positividade, sobre sermos e existirmos e nos tornamos.

O filme é adaptado do livro de mesmo none de Jerry Spinelli e conta a história do Leo Borlock (Graham Verchere), um garoto de 16 anos, estudante de Mica High School; ele é um garoto exemplar, é membro da orquestra de marcha da escola, e outras atividades curriculares. Tudo era normal, sem graça e pacato até que Stargirl (Grace VanderWaal) chega. Suas roupas coloridas, o sorriso extraordinário, um ukulele e muita positividade e energias positivas, ela trás uma mudança ao ambiente escolar, e muda tudo a sua volta, em especial a vida de Leo.

Toda a narrativa em torno de Estrela (na verdade, chamada de Susan) finalmente coloca Leo, o bullying e todos os outros personagens de lado, focando no espírito de liberdade, fascinação e empatia, esforçando-se para trazer alegria inesperada para os alunos em seu dia-a-dia. Um pouco irreal, se formos pensar? É sim. Afinal a forma como Estrela é aceita na escola, e suas diferenças não são alvo de maldade, é quase irreal. No entanto, mostrar que ser diferente, não é algo ruim, e que isso pode ser sim aceito é uma boa forma de começar uma mudança nos ambientes escolares.

A escolha dos produtores de trazer a jovem vencedora do programa de televisão norte-americano, America’s Got Talent de 2016, foi uma coisa muito positiva, e ela consegue transmitir com muita destreza e naturalidade as nuanças de sua personagem.

Passando uma mensagem direta para os adolescentes de nossa geração, o filme te apresenta a importancia de ser como você é, e aceitar suas diferenças e até mesmo esquisitices. Fofo e bem família, é mais uma dos muitos filmes “good energy” que a Disney costuma trazer para seu público.

Stargirl

Stargirl
4 5 0 1
Uma história sobre amadurecimento, baseada no best-seller do The New York Times de mesmo nome sobre um estudante despretensioso que se vê inexplicavelmente atraído pela nova garota, que é toda espírito livre e vê o mundo de uma maneira completamente diferente.
Uma história sobre amadurecimento, baseada no best-seller do The New York Times de mesmo nome sobre um estudante despretensioso que se vê inexplicavelmente atraído pela nova garota, que é toda espírito livre e vê o mundo de uma maneira completamente diferente.
4/5
Total Score


publicidade
Postagens Relacionadas
FecharX