close button

PUBLICIDADE

Especial de Natal | Dash e Lily

Eu fiquei pensando por um bom tempo em como começar a escrever esse texto. Não porque a série é complexa ou coisas semelhantes, mas porque quando falamos de produções de Natal, precisamos tomar cuidado para não ficar nos repetindo a todo momento, porque é apesar de diferentes, a essência dos filmes são todas iguais.

E mesmo que Dash e Lily seja uma minissérie adaptada, o clichê está ali presente como sempre. Isso é algo ruim? De forma alguma. Eu adoro clichês. Adoro o “enemies to lovers“, ou o “friends to love“, gosto do drama, dos momentos fofos e bem arco-íris, dos motivos muitas vezes bobos pelo quais os personagens passam pelo percalço de não ficar juntos e como precisam superar isso. Toda essa fornada é fofa e já muito conhecida por nós. E talvez exatamente por tudo isso, seja mais difícil falar sobre, para não cair no pleonasmo de falar os óbvios. Então em vez de falar o quanto adorei a série, e como ela é fofa e divertida, vou te dar aqui cinco motivos para que você se delicie com essa série.

DASH AND LILY (L to R) AUSTIN ABRAMS as DASH and MIDORI FRANCIS as LILY in episode 108 of DASH AND LILY Cr. ALISON COHEN ROSA/NETFLIX © 2020

1° A série é curta.

Tem somente oito episódios com cerca de 20 a 25 minutinhos. Então é fácil e rápida para maratonar.

2° Jonas Brothers

Sabia que o Nick Jonas é um dos produtores da série? Pois é. E além de ser produtor, claro que a boy band faz sua participação especial. Você não pode perder isso.

3° Os protagonistas são “bookstan”

Eu como uma leitora voraz, fico muito animada quando vejo séries e filmes onde os protagonistas gostam muito de ler. E aqui o romance literalmente começa em uma livraria. Se você também é bookstan, com certeza, pensou no quanto isso seria possível na vida real. Seria perfeito encontrar sua outra pessoa em uma livraria, não é?

4° Representatividade

A protagonista Lily, interpretada pela Midori Francis, é uma moça mestiça. Seu pai é americano e sua mãe japonesa. Além de ter vários momentos onde é apresentado a cultura japonesa na série e sem esteriótipos! Além é claro da naturalidade de falar sobre sexualidade.

5° Nova York

A cidade é palco de toda a série, e nós é apresentado os melhores cenários possíveis da cidade, além é claro da beleza das decorações natalinas. A fotografia da série é linda demais, então é com certeza um belo motivo para você ver a série.

Bem, dito tudo isso, vou finalizar dizendo que a série fala sobre auto-descoberta, sobre se arriscar a conhecer coisas novas, sobre se permitir e não ter medo de explorar coisas novas. O Natal é a época onde refletimos sobre o que fizemos e o que queremos de novo, e Dash e Lily apresenta esse tema de uma forma muito bonita e levinha de assistir.

Dash e Lily

Dash e Lily
4 5 0 1
É Natal, e Nova York já está um turbilhão com todo o espírito natalino, e de forma inesperada, o desacreditado Dash e a Otimista Lily vivem um romance através de um caderno onde trocam sonhos, desejos e desafios por toda a cidade, e acabam se descobrindo como indivíduos, mas mais que isso, descobrem que talvez tenham muito em comum, mesmo com as óbvias diferenças.
É Natal, e Nova York já está um turbilhão com todo o espírito natalino, e de forma inesperada, o desacreditado Dash e a Otimista Lily vivem um romance através de um caderno onde trocam sonhos, desejos e desafios por toda a cidade, e acabam se descobrindo como indivíduos, mas mais que isso, descobrem que talvez tenham muito em comum, mesmo com as óbvias diferenças.
4/5
Total Score
Postagens Relacionadas