0

O protótipo é um veículo que visa o ultra-alto desempenho, que não é muito comum em veículos elétricos urbanos, que visam mais a autonomia da bateria. A Ford, em parceria com a Webasto, apresentou o Mustang Lithium em Las Vegas, no Sema Show.

O protótipo vem para medir o interesse da nova geração de consumidores e também como plataforma de testes. Com torque de 138 kgfm e potência de 900 cavalos, disponíveis instantâneamente, o modelo leva o Mustang a um outro patamar, que somente carros 100% elétricos podem alcançar.

A Ford diz que esse veículo é uma “fera elétrica” pronta para as ruas. Sua construção traz componentes de fibra de carbono na carroceria, capô com janelas transparentes de policarbonato, altura rebaixada em 1 polegada e rodas forjadas de 20 polegadas.

Por dentro do Mustang Lithium

Sob o capô, traz um motor elétrico Phi-Power de dois núcleos e duplos inversores de potência, alimentados por um sistema de bateria Webasto de 800 V com tecnologia EVDrive capaz de fornecer 1 MW de potência.

A potência de 800 V é o do rô da utilizada em veículos elétricos habitualmente, o que confere mais potência e menos geracaod e calor ao protótipo. A transmissão manual de seis velocidades é uma versão especial da Getrag, MT82, usada em competições de arrancada, para suporte do altíssimo torque.

Os freios dianteiros de seis pistões Brembo são os mesmos do Shelby GT350R. O Mustang Lithium tem também modos de direção exclusivos: Valet (manobrista), Sport, Track (pista) e Beast (fera), que podem ser selecionados instantaneamente numa tela de 10,4 polegadas no painel.

A Ford não faz segredo de que estamos eletrificando nossas linhas de veículos mais populares. Este protótipo do Mustang é uma grande oportunidade de mostrar o que um novo trem de força elétrico pode fazer pelo desempenho de um carro que todos já conhecem e amam.

disse Hau Thai-Tang, diretor de Compras e Desenvolvimento do Produto da Ford.
0

Você Pode Gostar!