DestaqueNotíciaTech

Surface Neo | A evolução do Notebook hibrido da Microsoft

1

A Microsoft apresentou esta semana o novo Surface Neo. O primeiro da marca com duas telas e um teclado retratil para tarefas basicas.

Surface Neo

Pela primeira vez a empresa aposta em um dispositivo dobravel e com duas telas diferenciais como parte da inovação de dispositivos maiores. Não foi comentado ao certo sobre a tecnologia de display utilizada no dispositivo mas a curiosidade que fica é como ele pode ser bem funcional em varias situações. O dispositivo da mesma personalidade que o Surface Duo tem a função de girar em torno de 360° para direcionar atividades para outro usuario em aumento de produtividade.

Teclado e touchpad

Com essa função não sendo inedita no mercado, o dispositivo já busca um pioneirismo no setor de notebooks e tablets. Isso porque o 2 em 1 possui o processador mais potente baseado na versão lakefield da linha 2019. Isso significa alto poder de fogo para um dispositivo desses? Sim, dependendo de como foi estruturado o dispositivo nesta moldura. O video abaixo mostra como ele é manuseado e para qual base ele é voltado.

Nova Surface Pen

Outra novidade é a nova versão da Surface Pen que assim como a caneta da concorrente é magnética e tem forte pressão para simular um lápis. Ela é mais voltada para ilustradores e criadores de artes graficas. Só mesmo uma caneta como essa para elaborar aquele conceito de carro do futuro e um celular inovador

Teclado do Surface Neo

Já o teclado é uma parte que vem com o dispositivo, com ele a mostra de que é um notebook é mais nítida quanto a de um tablet com duas telas. Ambas são de 9 polegadas e com o teclado apenas uma fica funcional e quanto a outra é projetada como auxiliar do teclado. Bem no estilo Zenbook Pro Duo que pode ser um eventual rival do dispositivo.

Surface Neo na apresentação da Microsoft

Sem preço revelado e com poucas informações a respeito, a Microsoft anunciou que ele será lançado em 2020 para o mercado norte-americano. No Brasil é difícil saber quando apesar da marca não vender oficialmente em nosso mercado mas já é possível imaginar que haja uma grande evolução por parte dos dispositivos maiores e só tendo tela já garante que no futuro teremos mais desse conceito nas mãos dos usuários facilitando o trabalho de quem produz e quem cria conteúdo. Mas haja dinheiro para comprar um notebook desses pois todo esse futuro pode sair bem caro.

1

Você Pode Gostar!