CríticaDestaqueFilmes

Fora de Série

0

Duas melhores amigas, “as melhores da escola”, mais uma galera que só curtiu por todos os anos do ensino médio e várias festas antes da formatura. Geralmente isso tem chances de dar errado e dá, mas a graça é essa.

Molly (Beanie Feldstein) e Amy (Kaitlyn Dever) sempre se dedicaram exclusivamente aos estudos e sempre tiveram certeza de que seus colegas se dariam mal por nunca terem se dedicado tanto quanto elas. A coisa começa a ficar boa após Molly descobrir que seus colegas também se deram bem, mesmo tendo curtido bastante.

O Filme é uma mistura de comédia e dramas adolescentes que arranca alguns risos de quem assiste, mas também tem uma pegada séria as vezes, como brigas e conflitos de interesses. As crises da adolescência também passam por aqui de forma engraçada e divertida.

A trilha sonora do filme foi muito bem pensada, sendo um ponto que te leva pela história sem você perceber (eu só notei, por que estava na sala para isso, rsrs). Cada núcleo de personagem devidamente ambientado com uma trilha que expressa as características de cada um e isso é bom. Uma boa trilha sonora faz com que o filme já ganhe pontos por isso.

Tem um ponto que não faz muito sentido, quando Molly e Amy acabam ingerindo drogas sem querer e entram em pânico e começam a ter umas alucinações esquisitas e uma animação entra nesse trecho, mas vale apena ver, porque é tão bizarro que acaba se justificando e arrancando risos.

Uma coisa bem elaborada nesse filme é a forma com que eles fazem todos os personagens estarem em todos os lugares de forma absurda, sendo que Amy e Molly passam por vários perrengues para sair de uma casa para a outra. Tem momentos que as personagens questionam a todos de como isso é possível, como aquelas pessoas se deslocam tão rápido, mas eles se reservam no direito de só fazerem expressões faciais ignorando as perguntas. Isso é uma das coisas mais divertidas. É um filme, nem sempre as coisas precisam fazer sentido.

Além da dupla Molly e Amy, o elenco que completa essa trama faz tudo ter muito sentido, todas as tribos representadas, trazendo uma identificação pessoal para cada espectador. Desde o começo você vai encontrar alguém com quem se identifique. Então não perde tempo e vai ver esse filme, tenho certeza que não irá te decepcionar!

Fora de Série

9

0