ArtigoDicasTech

Guia de compras | OnePlus 3T: Vale a pena em 2019?

0

Lançado em 2016, Oneplus se tornou um destaque a mais pelo seu design e desempenho, se tornando um aparelho de bom custo beneficio do mercado, tendo como concorrente o S7 que antes era um celular de excelente custo no mercado de seminovos em 2017. Hoje quase 3 anos depois do lançamento da variante e ainda com os lançamentos mais estranhos da linha 6, será que compensa levar os modelos da geração retrasada? apenas o 3T está em conta porém só no bom e velho mercado livre para achar o modelo mais recente. Lojas de importação como GearBest e Banggod obviamente ja nem encontra pois o modelo já está ultrapassado.


O design é o que mais agrada o One plus 3T, o celular tem boa parte do acabamento em alumínio resistente e traz um pouco mais de identidade visual da marca. Uma inspiração bastante curiosa vem dos aparelhos da HTC, porém o projeto é próprio da Oneplus. Bem acabado e com muito estilo, o celular tem pegada bastante confortável. Toda estrutura do aparelho é bem aproveitada em cada detalhe. fácil localização de botões e entradas e a boa estrutura do leitor biométrico. Sua parte traseira foi aproveitada as linhas para as antenas e também muito antes da tendência das câmeras, tem um sensor adequado aos modelos da última geração que hoje não chegaria perto dos modelos atuais como pixel 3 ou os próprios aparelhos mais recentes da empresa. isso é algo a ser comentado mais para frente.


A tela usa a tecnologia da samsung mas a Oneplus aprimorou e batizou de Optic Amoled. Com mais qualidade e mais resolução, a fidelidade das cores e os tons de nitidez são bem equilibrados e muito mais texturizados. A saturação do aparelho é a mais surpreendente possível e é muito provável que lembre aparelhos da empresa sul-coreana. Ela é de ótimo tamanho para ver vídeos e séries da netflix com 5.5 polegadas e com resolução Full HD. O áudio é razoável e balanceado. Apesar de ser um modelo antigo ele é bom para quem prefere passar longe de um som mono de intermediário básico.


O sistema dele atualmente já foi atualizado para o Android 8 oreo. Com aparência da interface original da google ele tem poucas modificações da Oxygen OS. Mas seu hardware já foi um dos melhores que existe, mesmo sendo ultrapassado para os dias de hoje. O processador é o Snapdragon 821 com 6 GB de RAM, algo que antes costumava ser um absurdo de memória pois muitos estavam se acostumando com 3 ou 4 GB de RAM. Mas ainda sim é um hardware bastante modesto para sua categoria o qual hoje já temos gerações potentes. O celular não tem entrada para cartão, o que é ruim para quem costuma querer expandir memória. Mas seus 64 GB de memória interna podem ser os suficientes para baixar aplicativos. Se você preferir guardar fotos, vídeos ou músicas, uma maneira mais fácil era você utilizar nuvem para guardar dados e arquivos, mas o dispositivo funciona com memória UFS 2.0 com capacidade tripla de transferência. Como foi visto em análise, ele tem um desempenho que surpreendeu muitos e mostrou valentia na hora de tarefas pesadas e uso do cotidiano.


Isso significa que ele não chega a ser ruim mesmo que fosse um telefone antigo. A oneplus, no ano que lançou o dispositivo fez muito aprimoramento de hardware para ter essa sensação de aparelho mais robusto e poderoso. E com toda essa disposição da marca em fazer atualizações duradouras para manter ele rodando tranquilamente, pode ser que ele chegue longe no tempo de duração de 3 anos. Provavelmente se apresentar sinais de peso da idade.


Falando agora do conjunto de câmeras. Não é ruim pela faixa de preço mas chega a ser mais de intermediário do que um verdadeiro premium. Para quem costuma fugir das tendências de múltiplas câmeras, a do Oneplus 3T possui um sensor de 16 MP que garante qualidade aceitável para um celular que foi top de linha das antigas e que possui boa duração. Equilíbrio de cores e detalhes fies tornam o celular ainda mais interessante perto de um intermediário básico. No quesito vídeo, as gravações a 1080p e 4K são boas se não for pra tanto. A estabilização é razoável diferente das atuais como as do Pixel 3 que são excelentes para boas gravações. Se tratando de um celular modelo 2016/2017, ele não é o celular que vai chamar atenção pelas melhores fotos, mas é um celular que ainda surpreende pela sua qualidade. Para se ter uma noção, o LG G4 de 2015 ainda tem a melhor camera do mercado apesar de não ser dos tempos de hoje porém comparando com 3T ele tem 0.2 de abertura a menos. E ainda surpreende com sua capacidade de qualidade. Ou seja, ainda há veteranos que são bons.


No quesito autonomia e duração de qualidade, o dispositivo entrega 3.400 mAh e sua capacidade de carga é de até 30 min com o carregador dash charger da própria empresa. Não é o mesmo se comparado com os atuais aparelhos que possuem 4.000 mAh e capacidade de carga rápida, mas está dentro da média para um veterano top com pinta de intermediário nos dias de hoje. Superando até celulares de entrada como G7 Play e Samsung linha “A”. Tudo graças a tela e ainda o desempenho que economiza energia.

Mas afinal, vale a pena ou não pegar o Oneplus 3T em pleno ano de 2019? Apesar de não ser um aparelho muito atrativo para os dias de hoje, Oneplus 3T ainda vale se levar em consideração alguns fatores: tem um ótimo design, desempenho ainda dentro da média mesmo com hardware antigo, e preço. Por menos de mil reais em lojas e no mercado livre dependendo do vendedor, você encontra o modelo facil. Mas se você é daquelas pessoas que prefere se atualizar diretamente, compensa mais pegar os modelos mais recentes ou esperar o lançamento do Oneplus 7. Caso contrário se prefere um celular que supera os intermediários baratinhos, o 3T é uma boa opção.

0

Você Pode Gostar!