Como importar produtos – Dicas e Experiências

Lendo agora
Como importar produtos – Dicas e Experiências

Você quer importar produtos e não sabe como? Então se prepara que lá vem textão com muita informação. 

E aí antenados, tudo tranquilo?  Hoje quero abordar aqui um assunto muito interessante: IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS  DA CHINA E DE OUTROS PAÍSES.

O motivo pelo qual isto pode ser interessante para você é que os aparelhos no Brasil estão cada vez mais caros e a importação passa ser uma boa opção para quem pretende buscar aparelhos mais baratos ou aparelhos que não são vendidos por aqui.

COMO IMPORTAR PRODUTOS?

Você pode escolher qualquer loja que vende lá fora e entrega no Brasil e comprar. Até aqui muito fácil né… Sim, a parte de comprar é muito fácil mesmo.

O que deve ser analisado é se a loja que você vai comprar é de confiança. Verifique indicações das lojas para saber se eles realmente cumprem o que prometem.

Confira alguns sites que indicamos para compra de smartphones, drones e outros eletrônicos:

  1. Banggood
  2. CNDirect
  3. Gearbest
  4. TOMTOP
  5. TVCMall

Até o momento deste post só realizamos compras de produtos relacionados a tecnologia, por isto não sabemos sobre a qualidade de outros produtos.

Tudo bem… você já escolheu a loja e comprou o produto. Saiba que ele vai demorar para chegar no BR.  Algumas empresas oferecem entregas mais rápidas por algumas doletas a mais.

POR QUE DEMORA TANTO?

A maioria dos produtos que comprei lá de fora demoraram mais de 30 dias para chegar até minha casa (ou perto dela).

Quando você compra com frete grátis o seu pacote é enviado de navio e demora em média 10 dias para chegar no Brasil. Assim que chega ao BR ele vai para a unidade de tratamento e ai ele vai passar pela avaliação da Receita Federal do Brasil.

Este processo é o mais demorado de todos.

Minha experiência: Geralmente as minhas compras demoram 7 dias para chegar no Brasil e demora 30 dias para sair de Curitiba e vir para Joinville ( As cidades ficam a 130 km de distância).

A demora se dá por conta da avaliação da Receita e a decisão do auditor de taxar o produto ou não.

VAI SER TAXADO?

DEPENDE. Sim, isto depende de alguns fatores.

Para não ser taxado a sua encomenda deve atender alguns requisitos:

  • Não pode custar mais de 50 dólares (Se você mora no Sul o valor é de 100 dólares)
  • Mesmo que o produto seja abaixo de $ 50 ele tem que ser enviado de uma pessoa fisica (lá fora) para uma pessoa física aqui no nosso país. Por que isto? A lei explica que se for de pessoa fisica para fisica não deve ser cobrado o imposto de importação.
  • Quando se trata de produtos eletrônicos a chance de ser taxado é maior

É importante que em qualquer compra você pense que ele vai ser taxado, desta forma você se prepara para um valor maior.

E QUANTO VOCÊ VAI PAGAR DE TAXA? QUAL SERÁ O VALOR FINAL DO MEU PRODUTO?

Para facilitar vamos usar um exemplo recente de um aparelho que compramos o HOMTOM HT3.

O cálculo seria desta forma: 

Valor de compra: $60,00

Valor do dólar ( 12/06/2016): R$ 3,41

Valor do aparelho em Reais: R$ 204,60

Taxa de importação: 60%

Valor da Taxa: R$ 122,76

*ICMS sobre o produto: 17%

Valor do ICMS: R$ 55,75

Taxa dos correios: R$ 12,00

Total pago pelo aparelho: R$ 395,12

* O ICMS é o imposto sobre circulação de Mercadoria e pode variar de estado para estado. Neste caso dê uma olhada nos QUADRADOS PRETOS (CLIQUE AQUI) nesta planilha e saberá calcular o valor do ICMS no seu estado.

Em resumo: Você pagaria no máximo R$ 400,00 por um aparelho razoável de marca desconhecida, mas que pode oferecer a você algo legal. Para você comprar um aparelho aqui no Brasil e que faça as mesmas coisas que este aí com certeza teria que pagar mais.

COMO FAZER PARA NÃO SER TAXADO?

Não existe uma forma exata que faça seu produto ser taxado ou não, pois depende de vários fatores. Bom, isto pode ou não funcionar, mas vai algumas dicas que podem ajudar que não custa nada tentar.

  1. Comprar de pessoas físicas reduzem as chances de ser taxado
  2. Produtos pequenos são mais difíceis de ser taxados
  3. Peça para o vendedor colocar seu pacote como presente o seu envio, isto pode ajudar.
  4. Peça para o vendedor descrever como brinquedos ou algo do tipo, isto também pode ajudar.
  5. Procure por produtos com frete grátis ou o mais barato possível, isto também ajuda na hora de ser taxado ou não.

 

MINHAS EXPERIÊNCIAS:

Agora vou falar das experiências que eu (Rond) teve ao comprar produtos de fora do país.

Eu compro em diversos sites (listei alguns acima) e comecei comprando produtos bem pequenos, para saber como funcionava.

Comprei pen drives, chaveiros, brinquedos e nenhum deles foram taxados. Depois comecei a comprar outros produtos como: celulares drones, amplificadores, fones de ouvido e estes foram taxados.

Quando eu compro pelo Ebay a chance de ser taxado é menor pois é uma pessoa física vendendo lá e uma pessoa física comprando aqui e neste caso se o valor da compra + frete for menor que $ 50 ele não será taxado.

Experiência 2:

Uma certa vez uma empresa enviou um aparelho para eu fazer testes nele e gravar vídeos.

A empresa enviou o produto com o valor de $ 50,00 quando o correto era $200. O produto foi parado na alfândega e o auditor começou a pedir vários documentos que comprovassem a compra do produto, qual o valor pago, qual a forma de pagamento  tudo mais.

No fim das contas, o produto foi taxado sobre $200,00 em uma época em que o dólar estava bem alto e ainda teve uma multa bem alta. Eu não retirei o produto devido o valor.

Confira a imagem e entenda por que eu não retirei o produto:

taxas

“Era um aparelho tão legal, tão legal… mas as taxas me mataram.”

VALE A PENA?

Cada caso é um caso. Para saber se vale a pena você tem que fazer o cálculo que expliquei acima para saber se o valor do produto importado vai ser realmente melhor que aqui no Brasil.

Para produtos que não estão a venda aqui no Brasil vale a pena o risco. Eu tenho comprado produtos que não tem a venda aqui e se comparar com similares daqui com certeza o custo beneficio é melhor.

AVISO – COISAS QUE PODEM PIORAR A SITUAÇÃO:

  • Não peça para o vendedor colocar valor abaixo de $50 se o valor da sua compra for superior. Isto só vai complicar as coisas quando chegar na aduana. Se você fizer isto e a receita pegar será aplicado uma multa por não declarar o valor correto, a taxação será aplicada pelo valor certo do produto e isto vai aumentar muito o valor que você tem que pagar para retirar o produto. Leia a EXPERIÊNCIA 2 e entenda por que não deve fazer isto.
  • Não peça colocar um produto dentro de outro.
  • Frete muito rápido. Se você comprar e escolher o frete mais caro e mais rápido pode fazer o seu produto ser taxado também.

 

Bom, por agora é isto. Este post deve ser atualizado sempre que eu souber de algo mais sobre o assunto. Se você gostou deste post, nos ajude a compartilhar ele.

Se você manja de importação e quer compartilhar sua experiência conosco, por favor comente aí.

 

 

 

 

 

 

 

 

Qual é a sua reação?
Geek
71%
Feliz
0%
gostei
7%
Ruim
0%
Surpreso
1%
Preocupado
20%
Sobre o autor
Rondinele Alves
Rondinele Alves
Criador do site Geek Antenado. Formado em contabilidade, mas viciado em tecnologia de todos os tipos. Tem várias paixões, entre elas; carros, mulheres, cerveja e Jiu Jitsu (Mesmo que eles não se combinem).