Cisco compra OpenDNS por US$ 635 milhões

Lendo agora
Cisco compra OpenDNS por US$ 635 milhões

Em um negócio que custou US$ 635 milhões, o serviço passa agora a fazer parte do portfólio de soluções da empresa especializada em redes, com foco, principalmente, nas soluções de segurança.

 

cisco_announces_intent_to_acquire_opendns_wide_image

 

A Cisco anunciou no dia 30/06 a compra da OpenDNS, uma das mais tradicionais operadoras de redirecionamento de tráfego do mundo. Em um negócio que custou US$ 635 milhões, o serviço passa agora a fazer parte do portfólio de soluções da empresa especializada em redes, com foco, principalmente, nas soluções de segurança.

Mais especificamente, a ideia da Cisco é criar um amplo sistema de proteção contra malwares e ataques que explorem vulnerabilidades em sistemas operacionais e aplicações. É aí que entra o OpenDNS, que opera um serviço de redirecionamento de tráfego por meio de seus próprios servidores, como forma de, justamente, bloquear atividades maliciosas e proteger os usuários de internet contra as ameaças da rede.

Com uma arquitetura baseada em cloud computing, o serviço conta atualmente com cerca de 65 milhões de usuários em 150 países e opera, todos os dias, mais de 60 bilhões de requisições. Isso se deve, principalmente, à existência dos serviços gratuitos operados pela OpenDNS, que permitem que qualquer pessoa modifique os endereços de sua máquina como forma de contar com a proteção adicional oferecida pelo serviço.

Um dos grandes focos da aquisição, porém, seria a Umbrella, uma suíte de proteção de rede que melhora tais características ainda mais e é voltada para o mercado corporativo. Abrangendo desde computadores comuns até servidores e dispositivos móveis, a plataforma permite um gerenciamento individual ou coletivo de aparelhos, além de oferecer registros sobre ameaças bloqueadas, utilização de rede e até mesmo páginas personalizadas para bloqueio de certos termos ou sites específicos.

Foi justamente essa abrangência de soluções que levou a Cisco a pagar o montante, numa transação que deve ser finalizada no primeiro trimestre do ano que vem. Até lá, as empresas também estarão envolvidas em um processo de junção que verá os funcionários do OpenDNS se unindo ao Security Business Group da compradora.

Apesar das mudanças, o CEO do OpenDNS, David Ulevitch, garantiu que nada vai mudar, principalmente no caso da oferta gratuita de redirecionamento, e que mesmo os usuários dos sistemas gratuitos poderão continuar contando com a proteção de sempre. Mais do que isso, para o executivo, a aquisição pela Cisco permite que a empresa continue operando, mas de uma maneira melhor do que nunca, principalmente para pequenas empresas, que ainda não podem pagar por soluções completas.

 

Fonte: Cisco, OpenDNS

Qual é a sua reação?
Geek
0%
Feliz
0%
gostei
0%
Ruim
0%
Surpreso
0%
Preocupado
0%
Sobre o autor
Rondinele Alves
Rondinele Alves
Criador do site Geek Antenado. Formado em contabilidade, mas viciado em tecnologia de todos os tipos. Tem várias paixões, entre elas; carros, mulheres, cerveja e Jiu Jitsu (Mesmo que eles não se combinem).